quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Jornal O Globo.. não seja assim tão HETEROFÓBICO, rapaz!

Pois é, em se tratando de conhecimento a equipe de publicação online da redação do jornal O Globo só chuta bola fora, veja:


Não vou nem publicar as outras pérolas que chegam pelo twitter, vai saber se eles realmente viram o debate, ou se estão sendo intelectualmente desonestos, ou por birra mesmo. Ele não foi ofensivo, disse simplesmente que não dará aval nem apoio para pessoas que querem usar de permissividade.

Esses caras ou são burros mesmo, ou militantes gays infiltrados no setor de comunicação da empresa, que deveria rever a postura de seus funcionários referente ao que chamamos por verdade. A verdade é que esses grupos reivindicam coisas ridículas, como o já conhecido PL 122, que criminaliza quem expõe uma opinião ou postura diferente da deles, chamada de mordaça ou ditadura gay.

Não sei se vocês sabem, mas a grande maioria dos que dizem pertencer à classe dos homoafetivos também é contrária a essas reivindicações, justamente por serem absurdas e ridículas, fruto do excesso de ódio alimentado por pequenos grupos que abominam o modelo de família e desejam destruí-lo por não se sentirem confortáveis com a existência de pessoas de consciência contraria e sadia, bem como também odeiam a todos que apoiam a lógica desse modelo.

Direito para pequeno grupo sobre a sociedade não é direito, é privilégio (se for cargo) ou erro (se for mera distinção entre pessoas).