sexta-feira, 3 de junho de 2011

A quem interessar


Recado a quem interessar (por Enrique Menezes, Professor)

Pais, por gentileza, tomem responsabilidade pelos seus filhos. Tirem o pc do quarto das crianças e o coloquem na sala, de preferência com o monitor virado para os senhores. Se seu filho começar a conversar com alguém e a se comportar de maneira estranha na frente do PC, podem estar certos de que ele está falando besteiras com alguém, e pode ser muito possível que essa pessoa seja um pedófilo.

Uma vez por dia, depois de desligar rádio, tv, pc e papagaios, por gentileza, peguem os seus filhos, coloquem-nos sentados numa cadeira com uma mesa e verifiquem se o filho está com lição para fazer nos cadernos ou nos livros didáticos e também se ele aprendeu a lição.

Peçam para seus filhos lhes dizerem o que estão aprendendo (façam isso enquanto os senhores lêem um jornal ou um livro de seus interesses). Mas acima disso, quando seus filhos lhes disserem o que aprenderam e o conteúdo não for do agrado de vossas senhorias, por gentileza, educadamente e humildemente, também deixando a criança em casa... vão até a escola e falem com o professor e perguntem diretamente ao professor (e somente a ele) que passou o conteúdo qual era o objetivo da lição, qual era a proposta e qual o contexto daquilo. Não pulem etapas e hierarquias. Permitam que o professor possa se defender. E se possível, auxiliem a criança para que ela termine a lição. Atenção: eu disse auxiliem; eu não disse para fazerem por ela.

Quando forem chamados para reunião de pais, por favor, deixem em casa a velha desculpa de que precisam assinar primeiro, pois não tem tempo para essa "baboseira". Ou a outra desculpa que os senhores trabalham. Por favor, os professores não estão na escola de graça, nem por favores; são funcionários públicos aprovados em concursos e também trabalham; então, respeitem-se e respeitem-nos.

Considero importante comentar que os impostos que os senhores pagam nas contas (de ÁGUA, LUZ, TELEFONE, GÁS e nos outros indiretos que são embutidos em TODOS os produtos e serviços que são cobrados, além das ajudas do distrito federal e outros) são o que pagam o salário dos professores e pagam também os serviços da escola como os citados acima. Então, o ensino pode ser público, mas está sendo pago com o dinheiro de vocês.

Outra coisa importantíssima, retirem da cabeça dos senhores que quem é responsável pela educação de seus filhos são os professores. Os professores tem 30 alunos na sala de aula, que com uma certa freqüência ficam se degladiando incessantemente verbal e fisicamente. Educação, no sentido primordial da palavra, que significa modos e maneiras de comportamento, a criança tem que trazer de casa. A escola não é o melhor local para ela aprender isso. O que ela vai buscar na escola é instrução. O que ela vai buscar é como analisar um texto, um gráfico, como traduzir um texto, como fazer um cálculo, como desenhar, como entender as ações e reações da natureza e como participar corretamente de um esporte.

Por último, mas não menos importante; quando a escola chamar o senhor para informar sobre um problema com seu filho, considerem que:

- seu "anjinho" no meio de alguns "não-anjinhos" vai achar a baderna e as agressões como coisas normais e vai agir igual ou pior do que eles, se ele não estiver bem "educado" de casa;

- o uniforme é para ser usado e se a criança não o tiver, ela DEVE vir com uma camiseta branca, com uma calça que estique e com tênis, como equipamento obrigatório de segurança;

- a escola NÃO está perseguindo o seu "anjinho", o que acontece é que quando o senhor vai embora, seu "anjinho" volta a fazer a mesma coisa, ou coisas piores, e os senhores não confiam na palavra dos professores;

- se os senhores não consideram o estudo de seus filhos uma coisa importante, os profissionais da ensino o consideram e tentam de tudo para fazer com que ele melhore, mas não conseguem fazer tudo sozinhos;

- nem todo mundo vai conseguir virar engenheiro, médico, advogado... algumas pessoas terão que fazer outros trabalhos. Porém, acho, que dessa maneira, uma boa uma boa parte da população vai prosperar, ter que trabalhar muito, para "colher depois os frutos" de um serviço digno. Mas para isso tem que estudar;

- se o senhor tiver na ponta da língua a frase "Mas eu não sei mais o que fazer com o meu filho", pode ter certeza que o senhor tem um problema nas mãos;

- pense que seu filho, no futuro, vai ser a pessoa que virá a internar o senhor num asilo ou irá morar com o senhor até o final de sua vida, então, no mínimo, ele tem que virar um cidadão que DEVERÁ respeita-lo e respeitar os outros cidadãos;

- aluno que não respeita pai e mãe, não vai respeitar nenhum outro adulto e muito menos vai respeitar a polícia. Então, torne-se verdadeiramente responsável pelo seu filho.

Existem pessoas que desejam sempre fazer com que os alunos aprendam somente o que eles conseguirem por prazer. Só que elas não levam em consideração que grande parte do conhecimento que os alunos só virão a conseguir se tornarem-se estudantes, estes só adquirirão se começarem a ir para a escola para ASSISTIR AULA e voltarem para casa para ESTUDAREM.

Uma atitude é diferente da outra. Na primeira você é passiva e coletiva, na segunda você é ativo e autônomo.
Nas aulas, incluo aqui sete passos para elas funcionarem:

A Sentar – (Não acho possível que todos aproveitem a aula se todos não estiverem sentados)
B Virar pra frente – (É praticamente impossível que os alunos ouçam os colegas e a aula ao mesmo tempo)
C Abrir o caderno – (Até o momento, não é possível que o aluno guarde algo no caderno com ele fechado)
D Silêncio – (Ouvir e falar são atitudes distintas. Uma não pode acontecer com a outra simultaneamente)

Tudo isso para que seja possível:

1 – Assistir aula (Que é o que as crianças vieram fazer. Atividade coletiva e passiva. Depende do professor)
2 – Lição de casa hoje (Que é quando as crianças vão realmente aprender. Atividade só e ativa. Depende deles)
3 – Uma boa noite de sono (Que serve para que as crianças guardem mental e calmamente as atividades feitas naquele dia)

Se tudo isso for feito diariamente, podem ter certeza que seus filhos virarão cidadãos de bem e que eles se darão bem no futuro desse país.


Fonte: http://ideiasmutaveis.blogspot.com/2011/06/quem-interessar.html

E se puderem.. por favor, DIVULGUEM!

EDUCASSÃO... (não deixe de ler!)

A Evolução da Educação:
(recebido por e-mail)

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.
Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00.
Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
(  )SIM  (  )NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

7. Em 2010 ...:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder pois é proibido reprová-los).
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou "traumas" na criança.
Também jamais levante a voz com um aluno, pois isso representa voltar ao passado repressor (Ou pior: O aprendiz de meliante pode estar armado).

- Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:

Todo mundo está 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que se 'pensará' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

Passe adiante!
Precisamos começar o quanto antes, ou corremos o sério risco de largarmos o mundo para um bando de analfabetos, egocêntricos, alienados e sem a menor noção de temor a Deus, de vida em sociedade e respeito a qualquer regra que seja!!!

PS: Nota do autor desta bagaça:

"..quem nasce Zé não morre Johnny.." (Raul Seixas... ele mermo)

- Analfa de mãe e beto de pai, pusque samo entelejente, okei?... (Gabs Hoppus)
...ou qualquer m_rd_ desse tipo.. .  .   .

.   .  . ..ah, fala sério, Brasil! Se for votar na mesma corja política, que mente descaradamente há cerca de 125 anos, VÁ SE CATAR!!!

Prefeito de Copenhague aceita desafio e anda de bicicleta por SP (a convite feito pela equipe do RespirAR)

O uso da bicicleta como meio de transporte está entre os assuntos do C40. Várias cidades do mundo incentivam as pessoas a usá-las em vez do carro. Uma delas é Copenhague, na Dinamarca. O prefeito Frank Jensen topou o desafio do RespirAR de dar um passeio por São Paulo. O trecho foi pequeno, fora do horário de pico, mas Jensen ficou assustado.

O prefeito é adepto da bicicleta. Ele vai para a prefeitura da cidade de terno, gravata e bicicleta. Jensen conheceu a ciclofaixa da Avenida Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul de São Paulo. Entretanto, ela só é exclusiva para os ciclistas aos domingos. Segundo ele, em Copenhague, são 350 km de vias exclusivas para as bicicletas - mais da metade dos moradores usam o meio de transporte todos os dias.

Foram quase 2 km de pedaladas pela capital paulista. No final, o prefeito confessou que não gostou da experiência. "Eu sentiria medo de andar de bicicleta todos os dias em São Paulo. Não me sinto seguro dividindo espaço com os carros. É muito difícil andar de bicicleta aqui", diz ele. Ele também deu a solução: construção de ciclovias. "Copenhague era assim 30 anos atrás e nós investimos muito para tornar a bicicleta um meio de transporte fácil e seguro."

Ciclovias, metrôs, trens e ônibus, melhor destinação do lixo e investimento em energias alternativas são as medidas adotadas em Copenhague que o prefeito veio apresentar em São Paulo. Jensen diz que o objetivo é tornar a Copenhague a primeira cidade sustentável do mundo até 2025.

Encontro
Pela manhã, os prefeitos de Copenhague (Dinamarca), Portland (EUA) e Santiago (Chile), falaram sobre a redução das emissões de poluentes. Todos disseram que a principal medida é investir no transporte coletivo. O prefeito de Santiago, Fernando Echeverria, disse que, nos últimos anos, a cidade investiu no metrô e, hoje, são 104 km de linhas. Com isso, a frota de ônibus diminuiu de 14 mil para 6,5 mil veículos e isso reduziu a poluição em 70%.


Investimento no transporte público é solução para reduzir os poluentes.
Do G1 SP 
Recebido por e-mail.