domingo, 13 de novembro de 2011

Estamos Perdendo para a guerra cultural gay.

por Scott Lively

Muitos cristãos somente agora estão acordando para a seriedade da ameaça que representa à nossa sociedade o movimento homossexual. Mas infelizmente, para todos nós, apenas o som dos trompetes anunciando a vitória dos ativistas gays tirou os cristãos do seu sono. Os muros de guarda foram quebrados e invadidos, a cidade está em chamas, e os guerreiros triunfantes da cultura gay estão puxando uma longa corda de jovens prisioneiros pelo pescoço em direção à floresta. E o mais perturbador é que muitos dos capturados, incluindo alguns filhos desses cristãos ainda sonolentos, parecem felizes.

Venho alertando há muito tempo que a agenda homossexual não busca tolerância, mas controle. É claro, começou com um apelo por tolerância, mas imediatamente passou a exigir aceitação, e em seu devido tempo, à celebração de tudo que representa o homossexualismo.

Mas não foi suficiente que autoridades públicas eminentes em todas as grandes cidades liderassem as paradas do “Orgulho Gay”. Não, a agenda continuou a avançar para um novo patamar, exigindo participação forçada na cultura gay. Hoje boa parte dos Estados Unidos está no limiar da comemoração/coerção, graças à Califórnia com seu novo currículo escolar determinado por lei, bastante agressivo na defesa do homossexualismo.

Nem mesmo o estado conservador do Texas está imune. Esta semana mesmo a Fox News cobriu a história de um garoto de 14 anos suspenso da escola por dizer em uma conversa com um colega que o homossexualismo era errado. O professor furioso que exigiu punição do garoto supostamente colou no mural da sala de aula uma foto de dois homens se beijando, e frequentemente direciona as discussões de sala para a questão do homossexualismo.

Precisou da intervenção de um escritório de advocacia pública cristão para fazer com que a escola voltasse atrás na suspensão. Mas quantos alunos desse mesmo professor assimilaram seus valores como normais ao longo dos anos, longe da desconfiança dos pais?

E o mais importante: quantas outras salas de aula nos EUA são conduzidas por esse tipo de gente? Seu grupo ativista, Gay Lesbian Straight Teachers Network(Rede de Professores Gays, Lésbicas e Heteros, que mais tarde alterou seu nome para education network, ou “rede educacional” para esconder a ligação ativista gay) teve poder suficiente para lançar seu fundador Kevin Jennings como responsável da Casa Branca de Obama pela “segurança das escolas” por algum tempo. Eu diria que sua agenda já influencia praticamente todas as salas de aula.

Sou velho o suficiente para me lembrar do debate sobre a mera possibilidade de permitir que homossexuais se tornassem professores, quem dirá punir alunos por discordar da defesa das suas escolhas sexuais em sala de aula. Lembro-me bem dos protestos pró-homossexualismo, que diziam que “gays e lésbicas só querem o direito de ficar em paz. Eles NUNCA iriam interpor suas vidas privadas em sala de aula”. Todos mentiram, e nós acreditamos; agora nossos filhos e netos estão sendo forçados a celebrar a “cultura” gay sob pena de serem punidos pela lei.

Essa é a última tacada dos gays. É o estágio final da sua agenda, que sempre teve como objetivo assumir o controle e o poder de punir a dissidência: esmagar e punir os críticos. Eles ainda só têm esse poder em alguns lugares, mas estão se movimentando rápido para consegui-lo em todos; e a inércia está em favor deles. E sempre que eles a tiverem, eles irão usá-la.

Isso me traz, por fim, ao assunto do “casamento gay”. Mas o quê? De que forma o “casamento gay” tem alguma coisa a ver com a propaganda homossexual nas escolas, ou com pais cristãos acordando tarde demais para ver que seus filhos estão sendo doutrinados?

É a mesma questão, meus amigos. Casamento gay, currículo gay, paradas gays, programas de TV gays, soldados gays, adoção gay, doenças gays, recrutamento gay e por aí vai. Tantas questões aparentemente distintas que na verdade são uma só: o fenômeno artificial, anormal e destrutivo, tanto na esfera privada quanto na social, do pecado homossexual. Somos alertados de forma clara e enfática na Bíblia. Vimos seu poder perversor na história. Estamos literalmente vendo sua ética de anarquia sexual suplantar o modelo bíblico de família como sistema de valores que orienta a nossa sociedade.

Não vou acrescentar aqui o quanto eu amo os homossexuais, embora odeie seu pecado. Por uma questão de ordem pública, não deveria importar o que eu penso dos perpetradores, mas que estou dizendo a verdade sobre sua agenda. Não quero reforçar a ideia ridícula de que os cristãos precisam oferecer uma ressalva para provar que não são motivador por ódio. De qualquer forma, isso não iria abrandar a hostilidade deles contra mim. Acredite.

Não estou dizendo que não existe esperança de os cristãos superarem o desafio à sua frente. Absolutamente nada é impossível para Deus. O que estou dizendo é que não existe possibilidade de ganharmos, principalmente nesse estado de coisas, se nossos “heróis” continuarem se complicando com a “definição de casamento” e labutando querendo provar que não são movidos por ódio, cedendo a um e outro ponto da agenda gay não relacionado a casamento.

Precisamos nos manter firmes e sem defensivas na dura verdade de que o homossexualismo não é um fenômeno social benigno ou moralmente neutro. É uma insidiosa e contagiosa forma de perversão sexual condenada por Deus como uma abominação. Eu me encolho enquanto escrevo estas palavras, porque sei a fúria que estou chamando para mim mesmo. Mas ainda assim, alguém precisa dizer isso aberta e publicamente, pois é a verdade, e somente ela pode nos libertar do politicamente correto que nos aprisionou até agora.

A agenda homossexual representa uma ameaça existencial à civilização cristã, e estamos no fim da guerra, perdendo feio. Tudo depende de você, leitor cristão. Entre para valer no “jogo”, imediatamente, ou diga adeus a tudo.

Dr. Scott Lively é advogado, pastor e autor de vários livros sobre a agenda homossexual, incluindo “The Pink Swastika: Homosexuality in the Nazy Party” (de coautoria com o pesquisador judeu Kevin E. Abrams).

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Ausente da net.. mas nem tanto :D

Enjoei de redes sociais, pelo menos por enquanto :/

Vou acessar as informações vez ou outra, só pra saber como estão as coisas. No Face.. curtir menos.. catucar beeem menos, quase nada..
..to numa onda de trabalho que me consome o dia todo, com a fúria de um vórtice de tornado.. e, pasme, com restrição de acesso a alguns sítios.

Resolvi que tenho que pedalar. É como que uma "vibe" que eu to passando e que eu penso me fazer bem, perder peso e garantir uma velhice com saúde.. sei lá, meu corpo é que ta pedindo isso, não é de hoje, e de uns meses pra cá tem gritado incessantemente essa necessidade. A decisão foi tomada antes de conhecer alguns cicloativistas, e mesmo sem sê-lo, senti que devo, como cristão, abraçar essa causa, não devido ao motivo óbvio, mas principalmente por causa da forma como os pedalantes abordam o assunto, com seriedade ímpar.

Na verdade, o conceito de carro foi reformulado.. só serve pra quando preciso levar mais gente, quando tenho que carregar mais coisas pra lugares distantes, ou mesmo em dias ou horários fora do padrão do sistema.. enfim, perdeu a graça! Sem contar o fato de ser desanimador pra caramba saber que, quando eu utilizo qualquer transporte movido a combustível fóssil, sou corresponsável pelos efeitos nocivos da poluição no ar, elemento tão preciosamente criado por Deus para vivermos.. não posso concordar passivamente.. até mesmo o Papa João Paulo II pedalava quando era mais novo, justo ele, um homem santo e apaixonado por bicicleta, meu melhor exemplo!

Apesar de não parecer, ir a pé pro trampo me deixou menos cansado, menos estressado e mais disposto.
Até pensava em ir de bike todo dia (o que exige comprar uma mais leve e devolver a emprestada), mas não há sequer um bicicletário ou paraciclo adequado, nem mesmo um para visitante.

[ Editado ]

Bom, depois de entrar aqui pra editar o texto, claro, vim confirmar o óbvio: estive pedalando há um tempinho e após 3 Kg mais magro, notei mudanças significativas!
Meu humor era ruim, ficou ótimo, conseguia chegar na hora (ahahahahah), e já pensei em contaminar minha esposa com o virus do pedal.. hehehe
Eu tive uma bike WBT 2012 e ela tem uma 2013.. mas após 2 anos a minha foi afanada, difícil querer ter algo barato e algum vagabundo levar!

[ / Editado ]

Retomando sobre a ausência, tenho que sair mais, tipo.. voltar a sair pra tocar com banda.. mesmo sem ganhar $$$, por diversão, terapia.. sei lá, entenda como puder.
Se alguém aí (Zona Lost de Sampa) topa formar uma ou mais bandas, pra já, rolando ou não algum $$$, a gente estuda ou elabora algum repertório e sai pra se divertir com nossas famílias e amigos!

Também se pode marcar por e-mail, Twitter ou pelo Face um passeio de bike (quem quiser, pode vir de skate, patins, etc), caminhadas, trilhas, umas partidas toscas de Paintball, Handebol, Rugby, Jogo de Botão, Uno, rodízio de pizza (esfiha), cinema (em casais, ou em grupo de amigos), churras, FPS online que não exija muito do meu PC velho, PS2, dominó, boliche, lanchonete, música ao vivo tipo barzinho&violão, missa, batizado, casório, eventos de bairro, exposição de arte, teatro, pocket shows.. se for perto e tiver onde guardar a bike a gente vai pedalando mesmo.. se for atividade longe, tipo casa na praia, chácara ou camping, a gente estuda um fim de semana, coisa e tal.. aí marcamos alguma atividade!

Passeios mais caros, que custem mais que o habitual, ter que viajar e tal, deixemos pro próximo ano, blz?

Qualquer coisa, me comuniquem no e-mail particular (amigos que tem meu Face, tem acesso).. to lá todo fim de tarde/começo de noite.
Ah.. não abro spam, nem de contatos, oks!?

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Contrabaixista em São Miguel Paulista e arredores!

Precisa de contrabaixista pra sua banda e não encontra?
Pois é, parece que temos problemas semelhantes, eu preciso de banda e de money...

...tenho uma ótima notícia, VOCÊ VEIO NO LUGAR CERTO!!!

Agora só precisa deixar sua proposta na caixa de mensagens, respondo assim que puder.
Caso tenha Twitter, me segue e manda reply para @NunoMorelli pra gente conversar.

OBS: o serviço está sujeito a disponibilidade por tempo e por critério de escolha de trabalho e também se precisar de guitarra base/rítmica ou cuidados básicos para instrumentos sólidos de corda.

Abraço!!!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

A quem interessar


Recado a quem interessar (por Enrique Menezes, Professor)

Pais, por gentileza, tomem responsabilidade pelos seus filhos. Tirem o pc do quarto das crianças e o coloquem na sala, de preferência com o monitor virado para os senhores. Se seu filho começar a conversar com alguém e a se comportar de maneira estranha na frente do PC, podem estar certos de que ele está falando besteiras com alguém, e pode ser muito possível que essa pessoa seja um pedófilo.

Uma vez por dia, depois de desligar rádio, tv, pc e papagaios, por gentileza, peguem os seus filhos, coloquem-nos sentados numa cadeira com uma mesa e verifiquem se o filho está com lição para fazer nos cadernos ou nos livros didáticos e também se ele aprendeu a lição.

Peçam para seus filhos lhes dizerem o que estão aprendendo (façam isso enquanto os senhores lêem um jornal ou um livro de seus interesses). Mas acima disso, quando seus filhos lhes disserem o que aprenderam e o conteúdo não for do agrado de vossas senhorias, por gentileza, educadamente e humildemente, também deixando a criança em casa... vão até a escola e falem com o professor e perguntem diretamente ao professor (e somente a ele) que passou o conteúdo qual era o objetivo da lição, qual era a proposta e qual o contexto daquilo. Não pulem etapas e hierarquias. Permitam que o professor possa se defender. E se possível, auxiliem a criança para que ela termine a lição. Atenção: eu disse auxiliem; eu não disse para fazerem por ela.

Quando forem chamados para reunião de pais, por favor, deixem em casa a velha desculpa de que precisam assinar primeiro, pois não tem tempo para essa "baboseira". Ou a outra desculpa que os senhores trabalham. Por favor, os professores não estão na escola de graça, nem por favores; são funcionários públicos aprovados em concursos e também trabalham; então, respeitem-se e respeitem-nos.

Considero importante comentar que os impostos que os senhores pagam nas contas (de ÁGUA, LUZ, TELEFONE, GÁS e nos outros indiretos que são embutidos em TODOS os produtos e serviços que são cobrados, além das ajudas do distrito federal e outros) são o que pagam o salário dos professores e pagam também os serviços da escola como os citados acima. Então, o ensino pode ser público, mas está sendo pago com o dinheiro de vocês.

Outra coisa importantíssima, retirem da cabeça dos senhores que quem é responsável pela educação de seus filhos são os professores. Os professores tem 30 alunos na sala de aula, que com uma certa freqüência ficam se degladiando incessantemente verbal e fisicamente. Educação, no sentido primordial da palavra, que significa modos e maneiras de comportamento, a criança tem que trazer de casa. A escola não é o melhor local para ela aprender isso. O que ela vai buscar na escola é instrução. O que ela vai buscar é como analisar um texto, um gráfico, como traduzir um texto, como fazer um cálculo, como desenhar, como entender as ações e reações da natureza e como participar corretamente de um esporte.

Por último, mas não menos importante; quando a escola chamar o senhor para informar sobre um problema com seu filho, considerem que:

- seu "anjinho" no meio de alguns "não-anjinhos" vai achar a baderna e as agressões como coisas normais e vai agir igual ou pior do que eles, se ele não estiver bem "educado" de casa;

- o uniforme é para ser usado e se a criança não o tiver, ela DEVE vir com uma camiseta branca, com uma calça que estique e com tênis, como equipamento obrigatório de segurança;

- a escola NÃO está perseguindo o seu "anjinho", o que acontece é que quando o senhor vai embora, seu "anjinho" volta a fazer a mesma coisa, ou coisas piores, e os senhores não confiam na palavra dos professores;

- se os senhores não consideram o estudo de seus filhos uma coisa importante, os profissionais da ensino o consideram e tentam de tudo para fazer com que ele melhore, mas não conseguem fazer tudo sozinhos;

- nem todo mundo vai conseguir virar engenheiro, médico, advogado... algumas pessoas terão que fazer outros trabalhos. Porém, acho, que dessa maneira, uma boa uma boa parte da população vai prosperar, ter que trabalhar muito, para "colher depois os frutos" de um serviço digno. Mas para isso tem que estudar;

- se o senhor tiver na ponta da língua a frase "Mas eu não sei mais o que fazer com o meu filho", pode ter certeza que o senhor tem um problema nas mãos;

- pense que seu filho, no futuro, vai ser a pessoa que virá a internar o senhor num asilo ou irá morar com o senhor até o final de sua vida, então, no mínimo, ele tem que virar um cidadão que DEVERÁ respeita-lo e respeitar os outros cidadãos;

- aluno que não respeita pai e mãe, não vai respeitar nenhum outro adulto e muito menos vai respeitar a polícia. Então, torne-se verdadeiramente responsável pelo seu filho.

Existem pessoas que desejam sempre fazer com que os alunos aprendam somente o que eles conseguirem por prazer. Só que elas não levam em consideração que grande parte do conhecimento que os alunos só virão a conseguir se tornarem-se estudantes, estes só adquirirão se começarem a ir para a escola para ASSISTIR AULA e voltarem para casa para ESTUDAREM.

Uma atitude é diferente da outra. Na primeira você é passiva e coletiva, na segunda você é ativo e autônomo.
Nas aulas, incluo aqui sete passos para elas funcionarem:

A Sentar – (Não acho possível que todos aproveitem a aula se todos não estiverem sentados)
B Virar pra frente – (É praticamente impossível que os alunos ouçam os colegas e a aula ao mesmo tempo)
C Abrir o caderno – (Até o momento, não é possível que o aluno guarde algo no caderno com ele fechado)
D Silêncio – (Ouvir e falar são atitudes distintas. Uma não pode acontecer com a outra simultaneamente)

Tudo isso para que seja possível:

1 – Assistir aula (Que é o que as crianças vieram fazer. Atividade coletiva e passiva. Depende do professor)
2 – Lição de casa hoje (Que é quando as crianças vão realmente aprender. Atividade só e ativa. Depende deles)
3 – Uma boa noite de sono (Que serve para que as crianças guardem mental e calmamente as atividades feitas naquele dia)

Se tudo isso for feito diariamente, podem ter certeza que seus filhos virarão cidadãos de bem e que eles se darão bem no futuro desse país.


Fonte: http://ideiasmutaveis.blogspot.com/2011/06/quem-interessar.html

E se puderem.. por favor, DIVULGUEM!

EDUCASSÃO... (não deixe de ler!)

A Evolução da Educação:
(recebido por e-mail)

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.
Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00.
Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
(  )SIM  (  )NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

7. Em 2010 ...:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder pois é proibido reprová-los).
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou "traumas" na criança.
Também jamais levante a voz com um aluno, pois isso representa voltar ao passado repressor (Ou pior: O aprendiz de meliante pode estar armado).

- Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:

Todo mundo está 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que se 'pensará' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

Passe adiante!
Precisamos começar o quanto antes, ou corremos o sério risco de largarmos o mundo para um bando de analfabetos, egocêntricos, alienados e sem a menor noção de temor a Deus, de vida em sociedade e respeito a qualquer regra que seja!!!

PS: Nota do autor desta bagaça:

"..quem nasce Zé não morre Johnny.." (Raul Seixas... ele mermo)

- Analfa de mãe e beto de pai, pusque samo entelejente, okei?... (Gabs Hoppus)
...ou qualquer m_rd_ desse tipo.. .  .   .

.   .  . ..ah, fala sério, Brasil! Se for votar na mesma corja política, que mente descaradamente há cerca de 125 anos, VÁ SE CATAR!!!

Prefeito de Copenhague aceita desafio e anda de bicicleta por SP (a convite feito pela equipe do RespirAR)

O uso da bicicleta como meio de transporte está entre os assuntos do C40. Várias cidades do mundo incentivam as pessoas a usá-las em vez do carro. Uma delas é Copenhague, na Dinamarca. O prefeito Frank Jensen topou o desafio do RespirAR de dar um passeio por São Paulo. O trecho foi pequeno, fora do horário de pico, mas Jensen ficou assustado.

O prefeito é adepto da bicicleta. Ele vai para a prefeitura da cidade de terno, gravata e bicicleta. Jensen conheceu a ciclofaixa da Avenida Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul de São Paulo. Entretanto, ela só é exclusiva para os ciclistas aos domingos. Segundo ele, em Copenhague, são 350 km de vias exclusivas para as bicicletas - mais da metade dos moradores usam o meio de transporte todos os dias.

Foram quase 2 km de pedaladas pela capital paulista. No final, o prefeito confessou que não gostou da experiência. "Eu sentiria medo de andar de bicicleta todos os dias em São Paulo. Não me sinto seguro dividindo espaço com os carros. É muito difícil andar de bicicleta aqui", diz ele. Ele também deu a solução: construção de ciclovias. "Copenhague era assim 30 anos atrás e nós investimos muito para tornar a bicicleta um meio de transporte fácil e seguro."

Ciclovias, metrôs, trens e ônibus, melhor destinação do lixo e investimento em energias alternativas são as medidas adotadas em Copenhague que o prefeito veio apresentar em São Paulo. Jensen diz que o objetivo é tornar a Copenhague a primeira cidade sustentável do mundo até 2025.

Encontro
Pela manhã, os prefeitos de Copenhague (Dinamarca), Portland (EUA) e Santiago (Chile), falaram sobre a redução das emissões de poluentes. Todos disseram que a principal medida é investir no transporte coletivo. O prefeito de Santiago, Fernando Echeverria, disse que, nos últimos anos, a cidade investiu no metrô e, hoje, são 104 km de linhas. Com isso, a frota de ônibus diminuiu de 14 mil para 6,5 mil veículos e isso reduziu a poluição em 70%.


Investimento no transporte público é solução para reduzir os poluentes.
Do G1 SP 
Recebido por e-mail.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Você estudou? Bem feito!!!

É O TRIUNFO DAS NULIDADES: o Brasil vai bem, obrigado, para os parasitas, para os que nada produzem e para os políticos...

Ronaldinho Gaúcho : R$ 1.400.000,00 por mês. - "Homenageado na Academia Brasileira de Letras"...
Tiririca : R$ 26 mil e uns quebrados, por mês, fora os auxílios e mordomias; - "Membro da Comissão de Educação e Cultura do Congresso"...
Piso Nacional dos professores: R$ 1.187,00... sem comentários ¬¬

Moral da História:
Os professores ganham pouco, porque só servem para nos ensinar coisas inúteis como: ler, escrever e pensar.

Sugestão: mudar a grade curricular das escolas, que passaria a ter as seguintes matérias:

- Educação Física:
Futebol.. e é só isso!!!

- Música:
Sertaneja
Pagode
Axé

- História:
Grandes Personagens da Corrupção Brasileira
Biografia dos Heróis do Big Brother
Evolução do Pensamento das "Celebridades"
História da Arte: Carla Perez e Gugu

- Matemática:
Multiplicação Fraudulenta do Dinheiro de Campanha
Cálculo Percentual de Comissões de Falcatruas e Propinas

- Português e Literatura :
?????????????????????? Pra que ????????????????

- Biologia, Física e Química :
Excluídas por excesso de complexidade (complecsi-o-quê? oO)


É uma pena , mas é verdade!!!!
(recebido por e-mail)

terça-feira, 17 de maio de 2011

Entenda como funciona um Coral (piada pronta!)

Postado por um amigo no facebook, artigo bem engraçado!


AS VANTAGENS DE SER... SOPRANO:

1. O resto do coro só existe pra fazer com que você apareça mais
2. Você pode entreter seus amigos quebrando suas taças de vinho.
3. Você se lembra de alguma ópera onde a contralto ficou com o homem no final?
4. Quando as sopranos querem cantar no chuveiro, elas sempre sabem a melodia.
5. Você pode cantar junto com o CD do Ney Matogrosso ou Edson Cordeiro.
6. Sopranos não têm TPM... Pelo menos até hoje ninguém notou a diferença!
7. Stress... Tensões... Fadiga... Nada que uma boa nota aguda não
resolva! (Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhh!!!)


AS VANTAGENS DE SER... CONTRALTO:

1. Você se torna "expert" em cantar Mi bemol. (boa!! Rsrsrs)
2. Você pode cantar a mesma nota por 12 compassos consecutivos!
3. Você não precisa aquecer a voz para cantar 12 compassos consecutivos.
4. Se o coro cantar mal, é improvável que as contraltos levarão a culpa.
5. Muito tempo pra bater papo durante os solos de soprano.
6. Você pode fazer de conta que é melhor do que as Sopranos, afinal,
todo mundo sabe que as mulheres só cantam soprano pra não ter que
aprender a ler música.
7. De vez em quando você pode fazer um "bico", ajudando o tenor
(aliás, dizem as más línguas que o tenor é um contralto com defeito de
fabricação...hehehe...)
8. Quando as sopranos sustentam alguma nota extremamente aguda no
final de uma música, as contraltos sempre têm a última palavra.
(inteligentíssima essa!!)
9. Quando as contraltos erram uma nota, ninguém dá muita importância.
10. Se o regente resolve fazer um trabalho de desaquecimento vocal no
final do ensaio, as contraltos podem sair mais cedo. (kkkkkkkk)


AS VANTAGENS DE SER... TENOR:

1. Os tenores ficam "altos"- sem usar drogas
2. Qual é o musical em que o Baixo fica com a mocinha??
3. Você pode mostrar para as Sopranos como se deve cantar.
4. Você já viu alguém pagar 1.000 dólares para ouvir "Os Três Baixos"??
5. Quem precisa de cérebro quando se tem ressonância?
6. Tenores não perdem tempo na seção "auto-ajuda" das livrarias.
7. Quando você desenvolve um bom Falsete, pode fazer muito dinheiro
dublando personagens de desenho animado.
8. O canto gregoriano foi praticamente inventado para tenores.
9. Ninguém inventou um gênero para os baixos. (boa!! Hahahaha)
10. Você pode entreter seus amigos fazendo imitações de Michael Jackson.
11. Tenores não precisam usar cuecas (isto é roupa de... BAIXO!)


AS VANTAGENS DE SER... BAIXO:

1. Você não tem que apertar as calças para alcançar sua nota
2. Você não precisa se preocupar com uma mulher roubando o seu
emprego... Ou com um pré-adolescente roubando o seu emprego.
3. Os heróis de ação são sempre Baixos. Isto é - se eles cantassem,
cantariam baixo.
4. Você tem a chance de cantar textos profundos e memoráveis como
"bom, bom, bom"... E pra variar "tum, tum, tum..." (a melhor!
Kkkkkkkkkkkkkk)
5. Se cantar não der para o sustento, há sempre o trabalho de locutor.
Ou fazer sonoplastia (por exemplo: imitar um navio zarpando).
6. Você nunca precisará aprender a ler na Clave de Sol.
7. Se você pegar um resfriado, e daí??
8. Só por diversão, você pode cantar uma nota bem grave, e deixar as
pessoas acharem que se trata de um terremoto.
9. Se você arrotar enquanto estiver cantando, o público vai achar que
faz parte da música...


...mas, e o barítono e a mezzo-soprano? (os pobres mortais.. hehe)

Você já viu, por acaso, algum deles conseguir cantar uma ópera ou ária?
Claro que não!!! Como não tem graça escrever música pra eles, são mais
usados pra encher linguiça!..
.. pois, é.. é a vida de quem canta.. rsrsrs

quarta-feira, 4 de maio de 2011

A China do Futuro? O Futuro é Hoje!

A China do Futuro - por Luciano Pires - Diretor de Marketing da DANA Cosméticos.

Alguns conhecidos voltaram da China impressionados.
Um determinado produto que o Brasil fabrica em um milhão de unidades,
uma só fábrica chinesa produz quarenta milhões...
A qualidade já é equivalente. E a velocidade de reação é  impressionante.
Os chineses colocam qualquer produto no mercado em questão de semanas...
Com preços que são uma fração dos praticados aqui.

Uma das fábricas está de mudança para o interior, pois os salários da
região onde está instalada estão altos demais: 100 dólares.
Um operário brasileiro equivalente ganha 300 dólares no mínimo que
acrescidos de impostos e benefícios representam quase 600 dólares.
Quando comparados com os 100 dólares dos chineses, que recebem
praticamente zero benefícios.... estamos perante uma escravatura
amarela e, pior que isso, estamos a alimentar tal situação.

Horas extras? Na China...? Esqueça !!!
O pessoal por lá é tão agradecido por ter um emprego que trabalha
horas extras sabendo que não vão receber nada por isso...

Parece uma grande bobagem.. só parece..

Mas aí vc diz: - Ah, mas é muuuito mais barato, vou economizar!!!
Aí eu te digo: - Tá, ok, mas e se o teu emprego dependesse disso,
compraria mesmo assim?

Então leia na íntegra, por favor, e comente o que pensa sobre o texto, oks?

Não se trata de comoção com a situaçãop do cidadão chinês, mas porque
atrás dessa "postura" está a grande armadilha chinesa.
Não se trata de uma estratégia comercial, mas sim de uma estratégia de
"poder" para ganhar o mercado ocidental.

Os empresários chineses estão tirando todo o proveito da atitude dos
'marqueteiros' ocidentais, que preferem terceirizar a produção ficando
apenas com o que ela "agrega de valor": a marca.

Dificilmente você adquire atualmente nas grandes redes comerciais dos
Estados Unidos da América um produto "made in USA". É tudo "made in
China", com rótulo estadunidense.

As empresas ganham rios de dinheiro comprando dos chineses por
centavos e vendendo por centenas de dólares...
Apenas lhes interessa o lucro imediato e a qualquer preço.
Mesmo ao custo do fechamento das suas fábricas e do brutal desemprego.
É o que pode-se chamar de "estratégia preçonhenta".

Enquanto os ocidentais terceirizam as táticas e ganham no curto prazo,
a China assimila essas táticas, cria unidades produtivas de alta
performance, para dominar no longo prazo.

Enquanto as grandes potências mercadológicas que ficam com as marcas,
com o design...suas grifes, os chineses estão ficando com a produção,
assistindo, estimulando e contribuindo para o desmantelamento dos já
poucos parques industriais ocidentais.

Em breve, por exemplo, já não haverá mais fábricas de tênis ou de
calçados pelo mundo ocidental. Só haverá na China.

Então, num futuro próximo, veremos os produtos chineses aumentando os
seus preços, produzindo um "choque da manufatura", como aconteceu com
o choque petrolífero nos anos setenta. Aí já será tarde de mais.
Então o mundo perceberá que reerguer as suas fábricas terá um custo
proibitivo e irá render-se ao poderio chinês.

Perceberá que alimentou um enorme dragão e acabou refém do mesmo.
Dragão este que aumentará gradativamente seus preços, já que será ele
quem ditará as novas leis de mercado, pois será quem manda, pois terá
o monopólio da produção.

Sendo ela e apenas ela quem possuirá as fábricas, inventários e
empregos é quem vai regular os mercados e não os "preçonhentos".

Iremos, nós e os nossos filhos, netos... assistir a uma inversão das
regras do jogo atual que terão nas economias ocidentais o impacto de
uma bomba atômica... Made in China, claro!

Nessa altura, quando o mundo ocidental acordar será muito tarde.

Nesse dia, os executivos "preçonhentos" olharão tristemente para os
esqueletos das suas antigas fábricas, para os técnicos aposentados
jogando baralho na praça da esquina, e chorarão sobre as sucatas dos
seus parques fabris desmontados.

E então lembrarão, com muita saudade, do tempo em que ganharam
dinheiro comprando "balatinho dos esclavos" chineses, vendendo caro
suas "marcas- grifes" aos seus conterrâneos.

E então, entristecidos, abrirão suas "marmitas" e almoçarão as suas
marcas que já deixaram de ser moda e, por isso, deixaram de ser
poderosas pois foram todas copiadas....

Reflitam, e comecem a comprar produtos de fabricação nacional,
fomentando o emprego em seu país, pela sobrevivência de seus amigos,
de seus vizinhos e até mesmo da sua própria e de seus descendentes.

Bom.. eu não sei vocês.. mas isso eu já havia percebido há algum
tempo. E olha que não é a longo prazo, as coisas já estão difíceis pra
quem produz aqui! Depois de ter pensado muito, e a muito custo, me
recuso a comprar produtos chineses desde que percebi essa importância.

Prefiro ficar sem ter algo de que preciso por algum tempo do que
aumentar o desemprego em meu país, e quem compra qualquer coisa de
origem "Xing-Ling" contribui, e muito, pra nossa própria extinção
econômica.


Pois é.. vai comprando "balatinho" pra ver.. vai!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Estratégias e técnicas para a manipulação da opinião pública e da sociedade

ATENÇÃO! Texto muito interessante!

Obs: Retrata muito bem como funcionam as mirabolantes técnicas de diversos políticos, empresários, gente rica sem escrúpulos e outros tipos de manipuladores.

Mostra também, de forma abrangedora, como a massa se torna refém das elites na sociedade.

por Sylvain Timsit

1- A estratégia da diversão

Elemento primordial do controle social, a estratégia da diversão consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e da mutações decididas pelas elites políticas e econômicas, graças a um dilúvio contínuo de distrações e informações insignificantes.

A estratégia da diversão é igualmente indispensável para impedir o público de se interessar pelos conhecimentos essenciais nos domínios da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética.

"Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por assuntos sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar, voltado para a manjedoura com os outros animais" (extraído de "Armas silenciosas para guerras tranquilas").

2- Criar problemas, depois oferecer soluções

Este método também é denominado "problema-reação-solução". Primeiro cria-se um problema, uma "situação" destinada a suscitar uma certa reação do público, a fim de que seja ele próprio a exigir as medidas que se deseja fazê-lo aceitar. Exemplo: deixar desenvolver-se a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público passe a reivindicar leis securitárias em detrimento da liberdade. Ou ainda: criar uma crise económica para fazer como um mal necessário o recuo dos direitos sociais e desmantelamento dos serviços públicos.

3- A estratégia do alongamento

Para fazer aceitar uma medida inaceitável, basta aplicá-la progressivamente, de forma gradual, ao longo de 10 anos. Foi deste modo que condições sócio-económicas radicalmente novas foram impostas durante os anos 1980 e 1990. Desemprego maciço, precariedade, flexibilidade, deslocalizações, salários que já não asseguram um rendimento decente, tantas mudanças que teriam provocado uma revolução se houvessem sido aplicadas brutalmente.

4- A estratégia do diferimento

Outro modo de fazer aceitar uma decisão impopular é apresentá-la como "dolorosa mas necessária", obtendo o acordo do público no presente para uma aplicação no futuro. É sempre mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro porque a dor não será sofrida de repente. A seguir, porque o público tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que "tudo irá melhor amanhã" e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Finalmente, porque isto dá tempo ao público para se habituar à ideia da mudança e aceitá-la com resignação quando chegar o momento.

Exemplo recente: a passagem ao Euro e a perda da soberania monetária e econômica foram aceitas pelos países europeus em 1994-95 para uma aplicação em 2001. Outro exemplo: os acordos multilaterais do FTAA (Free Trade Agreement of the Americas) que os EUA impuseram em 2001 aos países do continente americano ainda reticentes, concedendo uma aplicação diferida para 2005.

5- Dirigir-se ao público como se fossem crianças pequenas

A maior parte da publicidade destinada ao grande público utilizam um discurso, argumentos, personagens e um tom particularmente infantilizadores, muitas vezes próximos do debilitante, como se o espectador fosse uma criança pequena ou um débil mental. Exemplo típico: a campanha da TV francesa pela passagem ao Euro ("os dias euro"). Quanto mais se procura enganar o espectador, mais se adota um tom infantilizante. Por quê?

"Se se dirige a uma pessoa como ela tivesse 12 anos de idade, então, devido à sugestibilidade, ela terá, com uma certa probabilidade, uma resposta ou uma reação tão destituída de sentido crítico como aquela de uma pessoa de 12 anos". (cf. "Armas silenciosas para guerra tranquilas" )

6- Apelar antes ao emocional do que à reflexão

Apelar ao emocional é uma técnica clássica para curtocircuitar a análise racional e, portanto, o sentido crítico dos indivíduos. Além disso, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para ali implantar ideias, desejos, medos, pulsões ou comportamentos...

7- Manter o público na ignorância e no disparate

Atuar de modo a que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para o seu controle e a sua escravidão.

"A qualidade da educação dada às classes inferiores deve ser da espécie mais pobre, de tal modo que o fosso da ignorância que isola as classes inferiores das classes superiores seja e permaneça incompreensível pelas classes inferiores". (cf. "Armas silenciosas para guerra tranquilas" )

8- Encorajar o público a comprazer-se na mediocridade

Encorajar o público a considerar "natural" o fato de ser idiota, vulgar e inculto...

9- Substituir a revolta pela culpabilidade

Fazer crer ao indivíduo que ele é o único responsável pela sua infelicidade, devido à insuficiência da sua inteligência, das suas capacidades ou dos seus esforços. Assim, ao invés de se revoltar contra o sistema econômico, o indivíduo se auto-desvaloriza e auto-culpabiliza, o que engendra um estado depressivo que tem como um dos efeitos a inibição da ação. E sem ação, não há alteração!...

10- Conhecer os indivíduos melhor do que eles se conhecem a si próprios

No decurso dos últimos 50 anos, os progressos fulgurantes da ciência cavaram um fosso crescente entre os conhecimentos do público e aqueles possuídos e utilizados pelas elites dirigentes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o "sistema" chegou a um conhecimento avançado do ser humano, tanto física como psicologicamente. O sistema chegou a conhecer melhor o indivíduo médio do que este se conhece a si próprio. Isto significa que na maioria dos casos o sistema detém um maior controle e um maior poder sobre os indivíduos do que os próprios indivíduos.

"O Brasil não passa de um imenso Paraguai" - A. Pertence

"O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." Martin Luther King.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Artigo sobre Incentivo à Criminalidade - por Enrique Menezes

O blog Idéias Mutáveis, do Professor Enrique, conta toda semana com um artigo de enorme relevância e repercussão no dia-a-dia de quem acompanha suas publicações.
 
No último post, em especial, expõe não somente a sua indignação, mas de todos os educadores municipais que conheço, sobre a Portaria nº 568 de 21/12/2010, onde recebe um auxílio mensal, e Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS.

 
Não marque bobeira, siga o link, comente e divulgue!
 
 
Muito mais do que um dever cívico, divulgar nossa indignação é um dever social.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Orquestra Antunes Câmara se apresenta no Centro de Referência da Cidadania do Idoso

     A Orquestra Antunes Câmara apresenta-se amanhã, às 12h30, no Centro de Referência da Cidadania do Idoso (Creci@). Sob a regência de Ênio Antunes, a orquestra, que é formada por jovens instrumentistas, tocará composições de Vivaldi, Ernst Widmer e do pianista mineiro Edmundo Villani Côrtes. A entrada é gratuita.


     O concerto tem como objetivo promover o acesso dos idosos à música erudita, bem como consolidar o Creci@ como um espaço que desenvolve e dissemina a diversidade cultural. Durante a apresentação serão realizadas análises das canções, observando dados históricos do autor e seus processos de criação.

     Partindo da idéia de que a música aproxima as pessoas, a orquestra quer resgatar também o hábito das pessoas de ouvir e apreciar boas interpretações artísticas. Dessa forma, os usuários do equipamento poderão emocionar-se com as canções que serão apresentadas e conhecer um pouco mais da cultura clássica.

     O Creci@ é um órgão ligado à Secretaria Municipal da Assistência Social e atende cerca de oito mil idosos por mês. O serviço tem como objetivo proporcionar ao cidadão idoso um espaço de sociabilização, entretenimento e discussões acerca do envelhecimento humano, tendo em vista ainda uma qualidade de vida melhor e mais saudável.

Texto: Rafael Lima
    

CEU Butantã, na Zona Oeste, será a nova casa da Orquestra de Câmara da USP

O Centro Educacional Unificado (CEU) Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, será a nova casa de apresentações da Orquestra de Câmara da Universidade de São Paulo (Ocam-USP).

Por um ano, além de entreter, os músicos subirão ao palco para ensinar ao público os mistérios da música erudita do século 20 e como ela é tocada por esse grupo instrumental singular. As primeiras notas de violas, violinos, trompas, trompetes, piano, harpa e as batidas da percussão serão ouvidas amanhã, a partir das 20h30.


A Ocam chega ao CEU Butantã porque a USP decidiu reformar seu teatro. Em busca de novo espaço para a realização de seus ensaios abertos ao público, a orquestra surpreendeu-se com a estrutura do teatro Carlos Zara, do CEU. "O fato é que algo que aparentemente poderia ser ruim está sendo o estopim de uma proposta muito legal, que é estar todos os meses no CEU Butantã", comemora o maestro Gil Jardim. Sob sua regência, 44 jovens músicos - entre estudantes do Departamento de Música da Universidade de São Paulo e instrumentistas que estão na Ocam para realizar um projeto de extensão do ensino musical – deixam a universidade, também localizada no bairro do Butantã, para se encontrar uma vez por mês com a platéia do centro educacional.

O programa de 2011 contemplará composições do século 20, que Jardim define como "músicas que mantêm um caráter popular, mas de uma elaboração muito sofisticada". E elas chegam em alto e bom som na primeira apresentação. Os freqüentadores do CEU poderão conhecer os músicos argentinos Pablo Mainetti (bandoneon) e Zaida Saiace (piano). Com os outros integrantes da orquestra, eles apresentarão músicas do repertório de Astor Piazzolla (1921-1992), Alberto Ginastera (1916-1983) e do contemporâneo Egberto Gismonti.

A platéia poderá conversar com os músicos, aprender o manuseio dos instrumentos, obter explicações do maestro sobre a disposição da orquestra e o papel da regência. Por ser um ensaio, diz Jardim, o público será provocado a ouvir e observar essa apresentação de caráter único, que estará passível de interrupções didáticas. "Quando houver uma parada, eles não entenderão isso como um erro, mas como um processo para se chegar ao espetáculo acabado, finalizado. Isso para o público será o mais lindo", acredita o maestro.

Texto: Marília Taufic



 

sexta-feira, 18 de março de 2011

Orquestra Experimental de Repertório seleciona novos instrumentistas

Estão marcados para amanhã (19) e Domingo os primeiros testes de 2011 para aqueles que sonham ser instrumentistas pré-profissionais da Orquestra Experimental de Repertório (OER) do Theatro Municipal de São Paulo. Criada em 1990, a orquestra tem formado profissionais da mais alta qualidade ao longo de sua história e difundido um repertório abrangente e diversificado que mostra o extenso alcance da arte sinfônica de qualidade.

Em 2008, Ariel Ribeiro Sanches, 20 anos, fez os testes para se tornar membro da orquestra incentivado pelo pai, músico amador. O jovem violinista, que começou os estudos aos seis anos, reconhece que a rotina de ensaios da OER, somada ao estudo teórico, já transformou sua habilidade. "Fazer parte da orquestra é uma oportunidade muito boa. Aprendemos a tocar em conjunto e aprimoramos nossa técnica", conta.

O primeiro dia de testes, amanhã, será para os musicistas de instrumentos de madeira, que devem comparecer, às 10h, à sede da OER para a prova. Em seguida, é a vez dos metais e da percussão, às 14h.

No domingo é a vez da audição de violinos, às 10h, e de viola, contrabaixo e violoncelo, às 14h.

Para participar da seleção é preciso ter mais de 14 anos e estar estudando música em escola especializada ou com professor particular. Todos os candidatos deverão apresentar uma peça musical de livre escolha para a banca examinadora, que será composta pelo regente titular da OER, Jamil Maluf, e por monitores de cada naipe da orquestra. A exceção é para os percussionistas, que deverão, obrigatoriamente, executar uma peça para xilofone, outra para caixa e a de confronto (Estudo nº. 1 para Tímpano Solo).

A inscrição é gratuita e deve ser feita na sede da OER, à avenida São João, 473, Sala Olido, região central. O candidato precisa levar uma cópia do CPF, uma cópia do RG, declaração de estudo assinada pelo professor particular ou da escola de música e um currículo digitado e resumido sobre estudos e atividades musicais. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3333-7691 ou 3397-0121.


— OPORTUNIDADE —

O instrumentista que se torna parte do corpo da orquestra assina um contrato de quatro anos, com possibilidade de renovação, e recebe bolsaauxílio mensal da Secretaria Municipal de Cultura.

O tempo máximo de permanência de cada integrante é de oito anos.

Há uma vaga com início imediato para trombone.

O interessado nesta vaga deve se submeter aos testes normalmente, com a diferença de que, se selecionado, participará dos ensaios imediatamente.

Os demais músicos aprovados em outros instrumentos farão parte de uma lista de espera que tem validade de um ano.

"Meu desejo é um dia seguir para outro país, me aperfeiçoar. Tenho preferência pela Alemanha, mas com certeza será para a Europa", entusiasma-se Ariel, o violinista que já ganhou dois concursos desde que entrou para a OER. Em 2009, ele venceu o Concurso Nacional Paulo Dosisio na categoria Cordas até 20 anos. Em 2010, o reconhecimento veio com a vitória da categoria Jovem Solista da OER. Como prêmio, Ariel fez um concerto solo com a orquestra na Sala Olido.
Texto: Beatriz Yuki

terça-feira, 8 de março de 2011

Indignação Política

Recebido por e-mail, fui verificar esta informação, que bate com as verdadeiras

Não é de hoje que escuto falar de um ignorante ser diplomado, desta vez o palhaço Tiririca, em 17/12/2010.
Vejam só estes dados (em um país sério, seria motivo de revolta geral, talvez até uma gerra civil):

Salário dele: R$ 26.700 (bem mais do que ganho em um ano e meio de trabalho duro e honesto, de 2ª a 6ª, 8h por dia)
Ajuda Custo: R$ 35.053 (será mesmo que esses cabras da Câmara precisam disso?)
Auxilio Moradia: R$ 3.000 (Conhecemos muita gente que vive muito bem com isso por mês!)
Auxilio Gabinete: R$ 60.000 (De quantos gabinetes estão falando mesmo? oO)
Despesa Médica pessoal e familiar ILIMITADA e INTERNACIONAL (livre escolha de médicos e clinicas.. e o povo nada..).
Telefone Celular: R$ ILIMITADO.. (e quando ligam pra alguma repartição, ainda têm a cara-de-pau de dizer ao funcionário pra andar logo porque a ligação custa caro)
Ainda como bônus anual: + 2 salários de R$ 53.400 (com isso dá pra comprar uma bela casa)
Passagens e estadia: primeira classe ou executiva sempre (pois é.. isso deve sair caro, heim!)
Reuniões no exterior: dois congressos ou equivalente todo ano. (Me diz aí, pra que ignorante pagam mesmo isso?)
Aposentadoria: total depois de oito (8) anos e com pagamento integral. (Acho que tá ocorrendo um equívoco lá no Congresso, isso deveria ser pago aos professores).


Ah.. agora a cereja do bolo:  A Fonte de Custeio = O SEU BOLSO.

Dá para chamar essa peça de palhaço?
Duvido que faça algo de útil e, pensando bem, quem é palhaço mesmo?

É, para votar no tal paredão de certos "pogramas" sabe-se lá que edição, da indecente emissora que estão pensando, a massa (povão) gasta milhões com telefonemas.. mas o "poblema" é que a massa também VOTA.


Agora, pergunta se alguém ligou para a CÂMARA para protestar contra os 62% de aumento para os que se julgam LEGISLADORES.. vai lá, e veja como será humilhado.


Pra gente que sabe como solucionar esse problema, é uma enorme vergonha e um sofrimento, O POVO QUE PREFERE SE MANTER IGNORANTE É QUEM REALMENTE MERECE O GOVERNO SUJO QUE TEM!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Blog do Amer...

Indico:

http://blogdohammer.blogspot.com/2010/10/mes-das-bruxas-crepusculo-parte-1.html
http://blogdohammer.blogspot.com/2011/01/saga-crepusculo-lua-nova-parte-2.html

...os fãs que me desculpem, mas chorei de rir!


Abç a todos!!!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

BBB vs Bom Senso

BIG BROTHER BRASIL


                            (Luiz Fernando Veríssimo)



Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ler a Bíblia, orar, meditar, passear com os filhos, ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.


repassado por José Carlos Donadão
(recebido por e-mail de Júlio César)


visite também:

http://zecadonadao.blogspot.com/
twitter.com/zecadonadao


"Os pescadores sabem que o mar é perigoso e que a tempestade é terrível, mas eles nunca julgaram esses perigos como razão suficiente para permanecer em terra."

( Vincent Van Gogh )

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Troca justa

É necessario tomar atitude para mudar o rumo desse país

"No futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo e todos estão tristes.
Na educação é o 85º e ninguém reclama..."


EU APOIO ESTA TROCA

TROQUE 01 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES


O salário de 344 professores que ensinam = ao de 1 parlamentar que rouba


Essa é uma campanha que vale a pena!


Repasso com solidária revolta!

Prezado amigo!

Sou professor de Física, de ensino médio de uma escola pública em uma cidade do interior da Bahia e gostaria de expor a você o meu salário bruto mensal: R$650,00

Eu fico com vergonha até de dizer, mas meu salário é R$650,00. Isso mesmo! E olha que eu ganho mais que outros colegas de profissão que não possuem um curso superior como eu e recebem minguados R$440,00. Será que alguém acha que, com um salário assim, a rede de ensino poderá contar com professores competentes e dispostos a ensinar? Não querendo generalizar, pois ainda existem bons professores lecionando, atualmente a regra é essa: O professor faz de conta que dá aula, o aluno faz de conta que aprende, o Governo faz de conta que paga e a escola aprova o aluno mal preparado. Incrível, mas é a pura verdade! Sinceramente, eu leciono porque sou um idealista e atualmente vejo a profissão como um trabalho social. Mas nessa semana, o soco que tomei na boca do estomago do meu idealismo foi duro!
Descobri que um parlamentar brasileiro custa para o país R$10,2 milhões por ano... São os parlamentares mais caros do mundo. O minuto trabalhado aqui custa ao contribuinte R$11.545.
Na Itália, são gastos com parlamentares R$3,9 milhões, na França, pouco mais de R$2,8 milhões, na Espanha, cada parlamentar custa por ano R$850 mil e na vizinha Argentina R$1,3 milhões.


Trocando em miúdos, um parlamentar custa ao país, por baixo, 688 professores com curso superior !


Diante dos fatos, gostaria muito, amigo, que você divulgasse minha campanha, na qual o lema será:

'TROQUE UM PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES'.


Repassar esta mensagem é uma obrigação, é sinal de patriotismo, pois a vergonha que atualmente impera em nossa política está desmotivando o nosso povo e arruinando o nosso querido Brasil.
É o mínimo que nós, patriotas, podemos fazer.


Fonte: http://ideiasmutaveis.blogspot.com

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Arnaldo Jabor e mais uma dentro


Estamos com fome de amor...
(JORNAL O DIA! Arnaldo Jabor)


O que temos visto por ai ???
Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes.
Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plasticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???
Chegam sozinhas e saem sozinhas...

Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos...
Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível.


E não é só sexo não!


Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida?
Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama .... sexo de academia .. . .


Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos,
sem se preocuparem com as posições cabalisticas...
Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.
Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção...


Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós...
Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!"



Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza"...


Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos...
Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário...


Pra chegar a escrever essas bobagens?? (mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa...
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, familias preconceituosas...


Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...
Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado...


"Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...


Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida...
E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois...


Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?


Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"


Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado...
O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out... ou in...
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas, maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na playboy e nos banheiros, eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar, e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.
Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida"...


Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "amo você", "fica comigo", então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!


Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

Para ler, divulgar e . . . praticar !